Sábado , Julho 13 2024
ÚLTIMAS
Home / RALI / Rali de Viana do Castelo: Tempo de decisões em final de época
Rali de Viana do Castelo: Tempo de decisões em final de época

Rali de Viana do Castelo: Tempo de decisões em final de época

Spread the love

A cidade de Viana do Castelo recebe este fim de semana a 11ª edição do seu rali em tempo de final de época. Uma prova com 98 equipas inscritas e cujo nível de adesão faz projetar ainda mais o nome “Rali de Viana do Castelo Cidade Europeia do Desporto 2023”.

São cinco os campeonatos que integram a prova do Clube Automóvel de Santo Tirso (CAST), a saber: Campeonato Portugal GT Ralis, Campeonato Portugal Clássicos de Ralis, Campeonato Promo de Ralis, Campeonato Promo Norte de Ralis e Campeonato Start Norte de Ralis. Além disso a prova que conta com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo encerra a edição 2023 do FPAK Junior Team, o troféu promovido pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting para jovens pilotos.

Os primeiros carros na estrada nos troços de Sábado serão os sempre aguardados Porsche 911 (991) com Paulo Carvalheiro a apenas 3 pontos de garantir o título de GT de ralis, isto caso o Jorge Perez vença, porque se espanhol falhar o 1º posto entre os GT Carvalheiro é logo campeão. Nos clássicos as coisas estão mais renhidas já que apenas 2 pontos separam o líder José Merceano (Mitsubishi Lancer Evo IV) do 2º Nuno Mateus(Também em Lancer mas Evo VI). Pode-se dizer que quem ficar à frente será campeão.

No Campeonato Promo de Rali Adruzilo Lopes (Mitsubishi Lancer Evo X) já garantiu o título há um mês na Marinha Grande, tal como Miguel Carvalho (Peugeot 206 GTi) no campeonato de duas rodas motrizes. Mas em Viana está ainda em jogo o vice-campeonato com o açoriano Rui Borges (Citroen C3 N5) e o mesmo Miguel Carvalho na luta.

Chegados aos campeonatos da zona Norte temos a nuance da prova da cidade da foz do Lima não ser a última dos campeonatos Promo e Start, e portanto as decisões dos títulos podem transitar para a prova seguinte. Jorge Carvalho (Peugeot 208 R2) está a tentar ser totalista em ambos os campeonatos que lidera, contudo o homem de Poiares está mais confortável na liderança do Start do que no Promo, já que neste último tem Rui Borges (Citroen C3 N5) perto e Marco Oliveira (VW Polo N5) a recuperar terreno na fase final do ano. Para além disso há ainda a questão de Carvalho já ter somado as sete pontuações permitidas, ao passo que tanto Borges como Oliveira ainda não e como tal podem somar pontos na totalidade em Viana do Castelo.

No que respeita ao FPAK Junior Team a disputa pela vitória final no troféu esta ao rubro. Pedro Pereira chega a Viana do Castelo com 1 ponto de vantagem sobre Rafael Rego em mais de 30 pontos em disputa na prova do CAST. Vitor Matias está no 3º posto do troféu mas atento ao um deslize dos dois primeiros. Convém recordar que além dos pontos a atribuir pela classificação final (25 para o 1º, 20 para o 2. etc), cada equipa recebe mais um ponto por cada vitória em classificativas, pelo que a disputa do troféu vai acontecer troço a troço ao longo do dia de Sábado até à decisão.

Mas para além dos campeonatos e dos seus intervenientes, o Rali de Viana do Castelo tem um conjunto de “outsiders” pelos quais passará certamente a vitória final na prova em termos absolutos. André Cabeças já venceu este rali por duas vezes e alinha num Ford Fiesta R5 tendo Bino Santos de regresso ao banco do lado direito. Ernesto Cunha estreia um Citroen C3 Rally2 como preparação da época de 2024 no Campeonato de Portugal de Ralis. E em estreia também estará Tiago Silva com outro Ford Fiesta R5. Não é estreia mas é antes um regresso saudado: Mário Barbosa leva a Viana do Castelo o Citroen Saxo Kit Car. Tudo nomes que lutarão pelos lufares cimeiros da prova.

Rali de Viana do Castelo: Tempo de decisões em final de época

A cidade de Viana do Castelo recebe este fim de semana a 11ª edição do seu rali em tempo de final de época. Uma prova com 98 equipas inscritas e cujo nível de adesão faz projetar ainda mais o nome “Rali de Viana do Castelo Cidade Europeia do Desporto 2023”.

São cinco os campeonatos que integram a prova do Clube Automóvel de Santo Tirso (CAST), a saber: Campeonato Portugal GT Ralis, Campeonato Portugal Clássicos de Ralis, Campeonato Promo de Ralis, Campeonato Promo Norte de Ralis e Campeonato Start Norte de Ralis. Além disso a prova que conta com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo encerra a edição 2023 do FPAK Junior Team, o troféu promovido pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting para jovens pilotos.

Os primeiros carros na estrada nos troços de Sábado serão os sempre aguardados Porsche 911 (991) com Paulo Carvalheiro a apenas 3 pontos de garantir o título de GT de ralis, isto caso o Jorge Perez vença, porque se espanhol falhar o 1º posto entre os GT Carvalheiro é logo campeão. Nos clássicos as coisas estão mais renhidas já que apenas 2 pontos separam o líder José Merceano (Mitsubishi Lancer Evo IV) do 2º Nuno Mateus(Também em Lancer mas Evo VI). Pode-se dizer que quem ficar à frente será campeão.

No Campeonato Promo de Rali Adruzilo Lopes (Mitsubishi Lancer Evo X) já garantiu o título há um mês na Marinha Grande, tal como Miguel Carvalho (Peugeot 206 GTi) no campeonato de duas rodas motrizes. Mas em Viana está ainda em jogo o vice-campeonato com o açoriano Rui Borges (Citroen C3 N5) e o mesmo Miguel Carvalho na luta.

Chegados aos campeonatos da zona Norte temos a nuance da prova da cidade da foz do Lima não ser a última dos campeonatos Promo e Start, e portanto as decisões dos títulos podem transitar para a prova seguinte. Jorge Carvalho (Peugeot 208 R2) está a tentar ser totalista em ambos os campeonatos que lidera, contudo o homem de Poiares está mais confortável na liderança do Start do que no Promo, já que neste último tem Rui Borges (Citroen C3 N5) perto e Marco Oliveira (VW Polo N5) a recuperar terreno na fase final do ano. Para além disso há ainda a questão de Carvalho já ter somado as sete pontuações permitidas, ao passo que tanto Borges como Oliveira ainda não e como tal podem somar pontos na totalidade em Viana do Castelo.

No que respeita ao FPAK Junior Team a disputa pela vitória final no troféu esta ao rubro. Pedro Pereira chega a Viana do Castelo com 1 ponto de vantagem sobre Rafael Rego em mais de 30 pontos em disputa na prova do CAST. Vitor Matias está no 3º posto do troféu mas atento ao um deslize dos dois primeiros. Convém recordar que além dos pontos a atribuir pela classificação final (25 para o 1º, 20 para o 2. etc), cada equipa recebe mais um ponto por cada vitória em classificativas, pelo que a disputa do troféu vai acontecer troço a troço ao longo do dia de Sábado até à decisão.

Mas para além dos campeonatos e dos seus intervenientes, o Rali de Viana do Castelo tem um conjunto de “outsiders” pelos quais passará certamente a vitória final na prova em termos absolutos. André Cabeças já venceu este rali por duas vezes e alinha num Ford Fiesta R5 tendo Bino Santos de regresso ao banco do lado direito. Ernesto Cunha estreia um Citroen C3 Rally2 como preparação da época de 2024 no Campeonato de Portugal de Ralis. E em estreia também estará Tiago Silva com outro Ford Fiesta R5. Não é estreia mas é antes um regresso saudado: Mário Barbosa leva a Viana do Castelo o Citroen Saxo Kit Car. Tudo nomes que lutarão pelos lufares cimeiros da prova.

&nbsp

MEDIA4RACE TV

Scroll To Top