Sábado , Julho 13 2024
ÚLTIMAS
Home / RALI / Previsão: Rallye Monte-Carlo
Previsão: Rallye Monte-Carlo

Previsão: Rallye Monte-Carlo

Spread the love


A nova temporada do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA começa esta semana, com o regresso à ação da mais dura série de desportos motorizados do mundo no lendário Rallye Monte-Carlo (25 a 28 de janeiro).

Treze rondas esperam-no em quatro continentes durante a 52ª temporada do WRC. A famosa prova desta semana, que dá início ao novo ano em grande estilo, atraiu uma capacidade de 70 carros.

O Rallye Monte-Carlo, a prova mais antiga do calendário do WRC e, sem dúvida, o rali mais imprevisível do ano, muda a sua base do Principado do Mónaco para a cidade alpina francesa de Gap, onde esteve mais recentemente sediado em 2021. As estradas de asfalto relativamente simples no alto das montanhas são complicadas pelo clima de inverno, colocando a ênfase em escolhas astutas de pneus.

Reviravoltas tácticas: Nova estrutura de pontos acrescenta uma nova dimensão
O WRC apresenta agora um sistema de pontos renovado que traz mais emoção e intriga às etapas de encerramento do rali no domingo de manhã. A estrutura atribui até 18 pontos com base na classificação geral após o sábado, até mais sete pontos para os desempenhos no domingo, e mantém os tradicionais cinco pontos de bónus para a Wolf Power Stage no final do rali.

Estas actualizações não alteram o conceito central de determinar o vencedor geral do rali. Como sempre, a equipa com o menor tempo total em todo o evento será coroada vencedora.

Formações de pilotos: Mudanças no mercado e caras novas
A Toyota Gazoo Racing, atual campeã de construtores, conta com três carros para a abertura da temporada, liderados pelo vice-campeão do ano passado, Elfyn Evans, que inicia a sua quinta temporada com a equipa. O galês tem a companhia do japonês Takamoto Katsuta, que passa a ocupar um lugar a tempo inteiro num dos carros GR Yaris Rally1 da Toyota. O nove vezes vencedor de Monte-Carlo, Sébastien Ogier, pilota o terceiro Yaris, enquanto o atual campeão do mundo Kalle Rovanperä completará um programa parcial para a Toyota em 2024, com início na Suécia no próximo mês.

A Hyundai Motorsport voltou a contratar Ott Tänak, depois de o estónio ter passado a última época com a M-Sport Ford. Tänak venceu nove ralis com o construtor coreano entre 2020 e 2022. Agora ele pretende fazer história e conquistar a primeira coroa de pilotos para a marca, tendo anteriormente conquistado o título ao volante de um Yaris em 2019.

O belga Thierry Neuville, cinco vezes vice-campeão do campeonato, lidera o ataque do i20 N Rally1 com Tänak, enquanto o atual campeão do WRC2, Andreas Mikkelsen – de volta ao nível mais alto do WRC pela primeira vez desde 2019 – volta a pilotar o terceiro carro da equipa esta semana. Irá alternar a condução com o espanhol Dani Sordo e o finlandês Esapekka Lappi ao longo da época.

A M-Sport Ford conta com uma formação jovem, com Adrien Fourmaux e Grégoire Munster a participarem em campanhas completas a bordo de carros Puma Rally1. O francês Fourmaux regressa a tempo inteiro ao Rally1 com a M-Sport, depois de ter competido no WRC2 – a principal categoria de apoio do WRC – em 2023, enquanto 2024 marca a primeira época completa de Munster no auge dos ralis, tornando-o o primeiro luxemburguês a conseguir o feito.

O mestre do Monte Ogier quer bater recordes
Ogier procura a décima vitória recorde no Monte-Carlo em estradas próximas do seu local de nascimento, perto da cidade anfitriã de Gap, nos Alpes franceses. Mas o piloto de 40 anos não dá nada por garantido, sabendo exatamente o quão desafiantes podem ser as estradas.

“Para mim, este é um evento obrigatório e há muitas esperanças para este primeiro rali”, disse ele. “Penso que é o rali que temos de respeitar mais do que qualquer outro, uma vez que as condições podem ser muito difíceis, o que significa que nada está garantido. Os números nunca são a minha principal motivação, mas se conseguisse uma 10ª vitória neste evento seria algo muito especial.”

O rali começa na Praça do Casino, no Mónaco, na quinta-feira à tarde. Os concorrentes enfrentam 17 testes de velocidade que cobrem 324,44 km antes do final da tarde de domingo, no centro do Mónaco.

&nbsp

MEDIA4RACE TV

Scroll To Top