Sábado , Julho 20 2024
ÚLTIMAS
Home / MONTANHA / Nuno Pinto: “estamos a trabalhar para debelar os problemas sentidos em 2023 na barchetta”
Nuno Pinto: “estamos a trabalhar para debelar os problemas sentidos em 2023 na barchetta”

Nuno Pinto: “estamos a trabalhar para debelar os problemas sentidos em 2023 na barchetta”

Spread the love

2023 marcou o regresso de Nuno Pinto à competição. O piloto duriense da NJ Racing apostou numa barchetta ADR Sport II, que foi em tempos do malogrado Paulo Ramalho, para dar o salto para os protótipos. Apesar dos muitos problemas técnicos que enfrentou, logrou conquistar u lugar no pódio final dos Protótipos B no Campeonato de Portugal de Montanha JC Group.

No início da temporada, o que esperava de 2023?

Esperava adaptar-me bem ao carro, conseguir ser rápido e tentar evoluir neste meu regresso após três anos de paragem e logo com o salto para os Protótipos B, mas alguns problemas ao longo do campeonato impediram-me de conseguir fazer mais quilómetros com a barchetta e me adaptar.

Qual foi o maior desafio?

 Foi sem dúvida alguma adaptar-me a este sport-protótipo ADR Sport II, pois o carro é totalmente diferente do carro que eu conduzia primeiro e voltar de novo ao ritmo competitivo, após 3 anos parado não foi fácil, mas acho que consegui superar bem as minhas expectativas iniciais e o pódio final entre os Protótipos B foi um resultado muito positivo.

Qual foi o melhor momento e o momento mais despontante?

O melhor momento da temporada foi no C1 Eurocup, quando partilhei pela primeira vez um carro de corrida com o meu filho Tomás. Confesso que ao início estava com bastante receio, pois era um leque de participantes muito grande, com muito bons pilotos, mas o Tomás conseguiu mostrar a sua rapidez e conseguiu fazer os tempos dos pilotos da frente, o que me deixa bastante orgulhoso. O pior momento da temporada foi na Rampa do Caramulo, onde estava com um ritmo bastante forte e tive um pequeno acidente que me impediu de concluir a prova.

Que balanço faz da temporada?

Para mim foi uma temporada muito positiva, apesar dos problemas mecânicos que tive ao longo do campeonato em bastantes provas, acho que a minha adaptação ao carro foi boa e consegui fazer bons tempos para um primeiro ano nesta nova divisão.

Já tem os seus planos definidos para 2024?

Para 2024 os meus planos ainda não estão definidos pois ainda não tenho o carro em condições ideias. Estamos a trabalhar para debelar todos os problemas que tivemos em 2023 e tentar estar à partida da temporada 2024 da Montanha com condições para andar rápido e ser competitivo. Irei dar uma especial atenção ao acompanhamento do meu filho Tomás, que vai ter um ano muito desafiante, com novas exigências e objetivos.

&nbsp

MEDIA4RACE TV

Scroll To Top