Sábado , Julho 20 2024
ÚLTIMAS
Home / MONTANHA / Breves Rampa Santa Marta
Breves Rampa Santa Marta

Breves Rampa Santa Marta

Spread the love

FPAK Júnior Team: Martim Pereira segurou em Santa Marta a sua invencibilidade

Martim Pereira impôs a sua lei no duelo em Santa Marta entre os três “jovens lobos” do troféu promovido pela FPAK. No entanto, esta sua terceira vitória consecutiva exigiu muita “mão-de-obra” para suplantar os seus adversários.

De tal forma assim foi, que Martim Pereira viu mesmo João Barroso impor-se por 0,8 segundos na 1ª Subida de Prova no duelo particular dos Citroen C1 do FPAK Júnior Team.

Mas, nas duas restantes subidas a contar, Martim Pereira elevou a fasquia, rodou muito mais forte e venceu as duas com autoridade, terminando no final com uma vantagem de 3,5 segundos sobre João Barroso.

Guilherme Silva foi terceiro, a 7,1 segundos do vencedor, num fim-de-semana em que o jovem bracarense da PDAuto não demonstrou o forte andamento a que já nos habituou nas duas provas anteriores do troféu.

Flávio Sainhas soma e segue nos Clássicos de Montanha

Foi tranquila a vitória de Flávio Sainhas nas contas do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group, com o piloto do Ford Escort MKI a dominar a 9ª Rampa de Santa Marta de fio a pavio.

No fecho da prova, o piloto covilhanense tinha amealhado um pecúlio de mais de sete segundos e meio sobre um duo de pilotos que se bateu taco-a-taco pelas duas restantes posições do pódio. Esta quarta vitória da temporada coloca Flávio Sainhas muito perto da renovação do título nacional.

Sem conseguir incomodar Sainhas, Pedro Silva (VW Golf 16S) e Fernando Salgueiro (Ford Escort MKII) foram alternando posições na tabela de tempos das subidas de prova. O bicampeão de 2020 e 2021 colocou o carro americano com as cores do Caramulo Racing Team a rodar mais rápido na primeira e na terceira subida, enquanto o piloto da Sanguinho era mais lesto na segundo.

No somatório das duas melhores subidas, Pedro Silva suplantou Fernando Salgueiro por escassos 75 milésimos de segundo!

De fora da luta pelos lugares cimeiros tinha ficado precocemente José Pedro Gomes, quando se esperava que o conhecido piloto de Riba D’Ave pudesse dar alguma luta a Sainhas, com o seu potente Ford Escort RS 1800.

José Coimbra vence em Santa Marta com António Barros a 6 décimos!

A 9ª Rampa de Santa Marta assistiu a um duelo pela vitória nos Legends entre José Coimbra e António Barros, com o piloto do Opel Astra a suplantar o líder do campeonato por apenas 0.623 segundos. No entanto, Barros consolidou a liderança da tabela de pontos.

Foi emocionante. Ao longo de todo o fim-de-semana a diferença nos tempos alcançados por José Coimbra e António Barros nas subidas de prova mediu-se por décimos de segundo.

José Coimbra impôs o seu Opel Astra na primeira subida por 0,4 segundos, respondendo António Barros na segunda, ao colocar o seu BMW M3 a rodar 0,1 segundos mais rápido do que o carro do adversário.

Os dois foram para o derradeiro confronto separados por 0,3 segundos e foi tempo do tudo ou nada. José Coimbra “voou” no traçado de 3200 metros da prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua e estabeleceu a sua melhor marca na prova, sendo 0,7 segundos mais rápido do que António Barros.

Soma dos dois melhores tempos feita e José Coimbra arrecadou um merecido triunfo. Mesmo sendo segundo, António Barros realizou no Douro Vinhateiro uma excelente operação para o campeonato – pois José Coimbra só está a participar pontualmente –, estando cada vez mais a caminho do título.

Por seu lado, Simplício Taveira voltou a estar muito forte com o Peugeot 106 S16 da MNE Sport e, mesmo não conseguindo se aproxima do duo da frente, manteve longe a concorrência pelo último degrau do pódio. Rápido e consistente, o piloto de Vila Real está a realizar a sua melhor época de sempre.

Tiago Pinto vence em Santa Marta por uma “unha negra”

O atual líder da Taça de Portugal de Kartcross de Montanha JC Group teve de “suar as estopinhas” para levar de vencida o combate dos kartcross na 9ª Rampa de Santa Marta.

De terceiro a primeiro. Eis a saga de Tiago Pinto e do seu LBS Motor Club TX 01 preparado pela DM Motorsport na prova organizada pelo Clube Automóvel da Régua. E, a afiançar pelo tempo que fez na 1ª Subida de prova, parecia impossível que chegasse ao triunfo, pois quedou-se a 5 segundos de um duo que dava indicações de quer reservar para si o protagonismo da luta pela vitória.

Falamos de Márcio Araújo (Semog Bravo Sport ER) e de Jesus Otero (AG Super Buggy AG) que terminaram esse primeiro embate a contar separados por apenas 3 décimos de segundo, com vantagem para Araújo.

Só que a manhã de domingo trouxe para o Douro Vinhateiro um Tiago Pinto transformado, com o piloto a ser o segundo mais rápido na 2ª Subida de Prova, a apenas 1 décimo de Otero, com Araújo a ser terceiro a 1,1 segundo do galego. Ou seja, ficou tudo pendente para a derradeira subida “a doer”.

Aí e apesar de Márcio Araújo ter sido o mais lesto, Tiago Pinto logrou ficar a apenas 4 décimos de Araújo, com Otero a perder ritmo e a ser 2 décimos mais lento do que Pinto. E foi tempo de contas no computador, pois era claro que os três pilotos iam ficar separados por míngua margem, no somatório das duas melhores marcas.

O veredito chegou, com Tiago Pinto a comemorar a vitória por apenas 448 milésimos de segundo sobre Márcio Araújo e 555 milésimos em relação a Jesus Otero. Impressionante!

Com este triunfo Tiago Pinto reforçou a liderança da Taça de Portugal de Kartcross de Montanha, tendo o título praticamente na mão.

&nbsp

MEDIA4RACE TV

Scroll To Top